Amigos de Luís Fernando declaram guerra contra prefeito ribamarense

Se em 2016, o prefeito de São José de Ribamar, Luís Fernando Moura da Silva (PSDB), ganhou a eleição apenas no gogó, pois acabou não tendo adversário e  ainda contava com o apoio da maioria dos partidos políticos e de lideranças municipais, dois anos de gestão foram capazes de acabar com o prestigio e com a imagem de bom gestor, construída por Luís Fernando graças a muito marketing nos últimos anos, principalmente com ajuda do marqueteiro da agência de publicidade AG10, que coincidentemente, detém contrato milionário junto a prefeitura do município.

Além das baixas em seu governo, com constantes mudanças, rebaixamento de Secretários e até auxiliares que pularam do barco, foi o caso do Secretário de Obras, Glauber Miranda Garrêto, que recentemente pediu pra ser exonerado, o prefeito também sofre com a frente de oposição de políticos de várias alas, que vem crescendo a cada dia.

Na Câmara, dos 17 vereadores eleitos, durante a campanha apenas quatro não acompanhavam o prefeito, eram eles, o vereador Osvaldo Brandão (MDB), que pertencia a coligação do ex-prefeito Julinho Matos (MDB), e os três vereadores da Coligação que tinha o PDT como partido principal, e que não tiveram candidato a prefeito, são eles os vereadores Nonato Lima (PDT), Negão (PDT) e Serra Alta (PDT).

Em menos de dois anos, com um jeito atrapalhado de governar, o prefeito conseguiu perder o apoio da maioria dos vereadores e tem enfrentado dificuldades em sua governabilidade.

E Luís Fernando não tem demonstrado muita habilidade em conviver com dificuldades.

Após sofrer derrota em Projeto que pretendia conseguir aprovação da Câmara para liberar cerca de R$ 60 milhões de empréstimo, o prefeito deu carta branca para o setor de comunicação, que passou a orquestrar ataques midiáticos contra os vereadores que rejeitaram o projeto.

Além de contar apenas com a minoria dos vereadores, o prefeito também ganhou nos últimos dias, novos adversários, que em 2016, foram amigos de primeira hora.

Jota Pinto (Patriota), presidente estadual do Patriota foi o mais recente amigo a declarar guerra contra Luís Fernando, e, diante da grande rejeição enfrentada pelo prefeito junto a população, colocou seu nome à disposição para derrotar o prefeito ribamarense na eleição do ano que vem.

Colaço, que já disputou a eleição para prefeito e em 2016 declarou apoio a Luís Fernando é outro agente político de Ribamar que se afastou da imagem negativa da gestão do prefeito e também disse estar à disposição para ajudar a derrotar Luís Fernando.

No campo partidário, se em 2016 Luís Fernando contou com o apoio incondicional de Marco Aurélio, do PPS, hoje, o prefeito ribamarense é o alvo a ser derrotado pelo militante político.

Assim tem sido em diversas alas e regiões do município. Amigos em 2016, quando se esperava que o prefeito cumprisse as promessas feitas para a população, e inimigos agora, quando o que se vê na cidade é um caos administrativo instalado na gestão do prefeito.

Na região do Parque Vitória, lideranças como o ex-candidato a vereador Michel Manoel, que fazia parte do mesmo partido do prefeito é um grande entusiasta com a grande oposição contra o prefeito que cresce em todas as regiões da cidade. É de lá que vem o jovem Jamys Gualhardo, outra liderança política decepcionada com Luís Fernando e que também colocou seu nome à disposição para derrotar o prefeito ribamarense.

Na região da Maiobinha, outro ex-colega de partido sonha com a queda de Luís Fernando. O empresário Mendes, filiado ao PSDB de Luís Fernando e que em 2016 pediu votos para o prefeito, hoje faz questão de pedir que as pessoas se afastem do prefeito.

E a situação deve piorar, já que nos próximos meses os vereadores prometem lançar um nome do parlamento municipal como pré-candidato a prefeito, defendendo principalmente, interesses da população ribamarense.

Pelo visto, em 2020, Luís Fernando deve contar apenas, com o apoio daqueles que trabalham na prefeitura, e com medo de perderem seus empregos, continuam calados diante de tantos problemas no município.

Fonte : Maramais.com

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *