Promotor de justiça nega arquivamento de processos envolvendo ex-corregedor Ancarlos Araújo

O promotor de justiça Márcio José Bezerra Cruz, da 1ª Promotoria de Justiça Cível de São José de Ribamar, deu uma resposta negativa para o pedido de retirada de ações e arquivamentos de processos presentes no Ministério Público, que havia sido feito a favor do ex-corregedor Ancarlos Araújo.

O advogado Ancarlos Araújo está sendo investigado desde outubro de 2021, época em que ocupava o cargo de corregedor da secretaria municipal de trânsito da cidade balneária, na ocasião, ele foi acusado de peculato e de retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição de lei, para satisfazer interesses pessoais.

O motivo da acusação é o fato de que o ex-membro da secretária não tomou nenhuma atitude, para investigar o crime de acúmulos de cargos, praticado pelo então secretário Wildson Pontes, e mais tarde, por interferir no sindicato dos guardas municipais de São José de Ribamar.

Ainda enquanto sofria interferência da secretaria, a liderança do sindicato havia entrado com um pedido para a desistência das investigações em março, e estava esperando o resultado desde então, que  não deu em nada, e o advogado continua sendo investigado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.