Eleições 2022: Veja quem é Prof. Cavalcante, pré-candidato à deputado estadual

O PDT (Partido Democrático Trabalhista) está se preparando para as eleições de 2022, previstas para ocorrerem em outubro, uma das promessas da sigla é o pré-candidato a deputado estadual Fabiano Cavalcante de Oliveira, mais conhecido pelo nome político de Professor Cavalcante, natural Parauapebas, cidade no interior do Pará, mas que passou a maioria de sua vida no Maranhão, estado que tem muito carinho.

Nascido no ano de 1980, veio para São Luís quando tinha 18 anos, para terminar os estudos, como diz a alcunha, é um professor graduado e já trabalhou na rede pública, mas atualmente, atua como servidor público, no cargo de policial, no passado, foi diretor da academia da AGEPEN (Academia de Gestão Penitenciária), durante tal período, mais de 5 mil agentes penitenciários se formaram.

Foi nessa época em que entrou no ramo da política, participando de movimentos militantes, em defesa aos membros da segurança pública do estado, em pouco tempo, Professor Cavalcante e outros membros dos movimentos passaram realizar indicações políticas, ao lado de deputados e pessoas que ocupavam outros cargos políticos o Maranhão.

Seus esforços contribuíram para ser um dos nomes da área da segurança pública que mais atua na área da política maranhense, em 2020, participou de uma eleição de forma oficial pela primeira vez, sendo candidato a vereador de São Luís pelo PP (Partido Progressista), com uma voltada para a conscientização, recebeu um total de 706 votos, mas acabou não sendo eleito para a câmara municipal.

Dois anos depois, Professor Cavalcante continua mostrando disposição em fazer parte da vida pública,  o partido que irá representar no pleito o acolheu em janeiro de 2022, com direito a uma cerimônia  que contou com nomes importantes do PDT, como Weverton Rocha e Márcio Honaiser. Em entrevista a nossa reportagem, deu a seguinte declaração.

“Pretendemos dar mais voz aos servidores públicos, que tem medo de opinar devido a perseguições que poderiam sofrer, também visamos realizar políticas públicas que tragam benefícios aos polícias, bombeiros e agentes sócio educativos, que a tempos estão esquecidos pelo poder público, está na hora de falar com propriedade sobre os problemas do estado. Pretendemos fazer a coisa certa”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.